Brasil bate novo recorde e registra mais de 2,8 mil óbitos nas últimas 24 horas; pais perdeu mais de 282 mil vítimas para a doença




O Brasil registrou nesta terça-feira (16) conforme dados das secretarias estaduais de Saúde junto ao Ministério da Saúde, 2.841 novos óbitos por Covid-19 e mais 83.926 casos confirmados. Foi o maior número de obitos já registrados desde o início da pandemia, num mesmo balanço. Um recorde negativo. Com isso o país acumula mais de 11,6 mil casos confirmados da doença e cerca de 282 mil óbitos. Há ainda, mais de 1,12 milhões de pacientes em acompanhamento, um pouco mais de 10,1 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid-19.
 
Situação da Covid-19 na Bahia 

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.608 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 5.310 recuperados (+0,7%). O boletim epidemiológico desta terça-feira (16) também registra 118 mortes. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje. Dos 748.835 casos confirmados desde o início da pandemia, 718.002 já são considerados recuperados, 17.374 encontram-se ativos e 13.459 tiveram óbito confirmado.

Situação da regulação de Covid-19

Às 15h desta terça-feira, 477 solicitações de internação em UTI Adulto Covid-19 constavam no sistema da Central Estadual de Regulação. Outros 186 pedidos para internação em leitos clínicos adultos Covid-19 estavam no sistema. Este número é dinâmico, uma vez que transferências e novas solicitações são feitas ao longo do dia.

Vacinação

Com 739.357 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 272.576 receberam também a segunda dose, até as 15 horas desta terça-feira, a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.brvacinacao/.

Tem se observado volume excedente de doses nos frascos das vacinas contra a Covid-19, o que possibilita a utilização de 11 e até 12 doses em apenas um frasco, assim como acontece com outras vacinas multidoses. O Ministério da Saúde emitiu uma nota que autoriza a utilização do volume excedente, desde que seja possível aspirar uma dose completa de 0,5 ml de um único.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem