Informação é coisa séria

MEC publica três editais que regem os processos seletivos do Prouni, Fies e Sisu desse 2º semestre

Em julho serão abertas as inscrições do Prouni e Fies e, em agosto, do Sisu


O Ministério da Educação publicou nesta segunda-feira, 28, no Diário Oficial da União (DOU), os três editais que definem os prazos e critérios para se inscrever nos processos seletivos do Programa Universidade para Todos (Prouni), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do segundo semestre de 2021.

Por meio dessas três seleções, o governo federal oferece aos estudantes diversas oportunidades para ingressar no ensino superior. Em todas elas a classificação é feita com base na nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em julho serão abertas as inscrições para o Prouni e Fies e, em agosto, do Sisu, conforme os cronogramas de inscrição já antecipados pelo MEC.

Prouni

Os interessados em disputar as bolsas do Prouni podem se inscrever a partir do próximo dia 13 de julho e até as 23h59 do dia 16 de julho, exclusivamente, na página eletrônica do Prouni, conforme definido no Edital nº 37, publicado nesta segunda-feira, 28.

O resultado do Prouni é divulgado em duas chamadas. No dia 20 de julho será divulgado o resultado da 1ª chamada e, no dia 3 de agosto, o resultado da 2ª chamada.

De 20 a 28 de julho é o período para comprovação de informações da inscrição dos pré-selecionados em 1ª chamada e também para o processo seletivo próprio da instituição de ensino, quando houver.

Já o período para comprovação de informações da inscrição dos pré-selecionados em 2ª chamada e processo seletivo próprio das instituições de ensino, quando houver, será de 3 a 11 de agosto.

Com a lista de espera há mais oportunidades para quem não for selecionado em nenhuma das duas chamadas do Prouni. Nos dias 17 e 18 de agosto eles ainda terão a chance de manifestar interesse em participar da lista de espera. O resultado sai no dia 20 de agosto. E de 23 a 27 de agosto é o período para comprovação de informações da inscrição dos pré-selecionados nesta última etapa da seleção do Prouni.

Critérios

Para se inscrever é preciso ter realizado o Enem de 2020 e ter alcançado, no mínimo, 450 pontos de média nas notas das cinco provas do exame. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na prova de redação do Enem e nem ter participado do exame na condição de treineiro.

O candidato pré-selecionado deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo, para obter a bolsa integral, que cobre a totalidade do valor da mensalidade do curso. Já para a bolsa parcial, que cobre (50%) do valor da mensalidade, a renda mensal per capita exigida é de até 3 salários mínimos.

Para participar do Prouni é preciso atender a pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede privada, desde que na condição de bolsista integral da respectiva instituição. Esta condição é válida tanto para quem cursou todo o ensino médio em escola privada, como para quem teve apenas uma parte dos estudos realizados em escola privada, sendo a outra parte em escola pública. As demais condições são: ser pessoa com deficiência; ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente de instituição pública. Para quem comprova ser professor da rede pública não é aplicado o limite de renda exigido aos demais candidatos.

Fies

De acordo com o Edital nº 38, que rege o processo seletivo do Fies para esse segundo semestre, os interessados em disputar as vagas ofertadas pelo Fies podem se inscrever, a partir do dia 27 de julho até as 23h59 do dia 30 de julho, exclusivamente, na página eletrônica do Fies.

O resultado dos candidatos pré-selecionados será divulgado em chamada única, no dia 3 de agosto. O prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados na chamada única, também na página do Fies, será de 4 a 6 de agosto.

Quem não for pré-selecionado na chamada única é automaticamente incluído na lista de espera. O período para convocação dos pré-selecionados por meio da lista de espera será de 4 a 31 de agosto.

Critérios

Para se inscrever, a exigência é a de que o candidato tenha participado do Enem, a partir da edição de 2010, com nota no exame válida até o momento anterior à abertura das inscrições, exceto para os participantes na condição de treineiro, e tenha obtido média aritmética das notas nas cinco provas do exame igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação. Também é necessário possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até 3 salários mínimos.

Sisu

As inscrições ao processo seletivo do Sisu do segundo semestre de 2021 poderão ser realizadas de 3 de agosto até as 23h59 do dia 6 do mesmo mês, exclusivamente na página eletrônica do Sisu.

O resultado do Sisu será divulgado em chamada única, no dia 10 de agosto. O período para matrícula dos selecionados em chamada única será de 11 a 16 de agosto.

Quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções de curso indicadas no ato de inscrição ainda pode disputar uma das vagas por meio da lista de espera do Sisu. O prazo para manifestar interesse em participar dessa etapa será de 10 a 16 de agosto. Como a convocação por meio da lista de espera é feita diretamente pelas instituições de ensino, os candidatos devem acompanhar as informações divulgadas pela instituição indicada por ele na lista de espera para saber os prazos, horários e procedimentos adotados para a matrícula dos convocados.

Critérios

A inscrição ao Sisu é gratuita e implicará a concordância expressa e irretratável com o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 2012, no Termo de Adesão da instituição ao Sisu, e no Edital nº 39, publicado nesta segunda-feira, 28, no DOU, bem como nos editais das instituições para as quais o candidato se inscreva.

Para se inscrever é necessário ter feito o Enem de 2020 e ter obtido nota superior a zero da prova de redação, desde que não tenha participado do exame na condição de treineiro, conforme definição do edital do Enem.

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da Sesu

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem