Governo Federal inicia pagamento do Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400

Serão contempladas mais de 14,5 milhões de famílias em um investimento de quase R$ 6 bilhões. Benefício médio é de R$ 408,84 em dezembro

Foto: GovBr

A segunda parcela do Auxílio Brasil começa a ser paga pelo Governo Federal nesta sexta-feira (10.12) para quem tem Número de Identificação Social (NIS) final 1. Serão contempladas cerca de 14,52 milhões de famílias em um investimento de R$ 5,94 bilhões. O tíquete médio em dezembro será de R$ 408,84. O reajuste no valor do benefício foi possível após a edição da Medida Provisória nº 1.076 pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na última terça-feira (07.12).

A MP instituiu o Benefício Extraordinário para que o valor mínimo do Auxílio Brasil fosse de R$ 400 ainda em dezembro. “O Governo Federal faz todo esforço para apoiar os brasileiros mais vulneráveis na recuperação e no fortalecimento de sua autonomia econômica. Sensível a isso, o presidente Jair Bolsonaro editou a Medida Provisória”, ressaltou o ministro da Cidadania, João Roma.

Das cerca de 14,52 milhões de famílias atendidas em dezembro pelo novo programa social permanente do Governo Federal, pouco mais de 13 milhões recebiam menos de R$ 400. O investimento para viabilizar o complemento é de R$ 2,68 bilhões.

Para o reajuste ser permanente durante o próximo ano, o Executivo espera a tramitação da PEC dos Precatórios no Legislativo. “Queria agradecer o empenho do Congresso Nacional na votação da MP do Auxílio Brasil e da PEC dos Precatórios. Aguardamos agora a promulgação da PEC para viabilizar o orçamento para 2022”, completou João Roma.

As transferências seguem o calendário regular do Auxílio Brasil e de forma escalonada conforme o número final do NIS do beneficiário. Em dezembro, os pagamentos irão até 23 de dezembro para quem tem NIS final zero.

Saiba mais sobre o programa | clique aqui 


Informações da Ascom / Ministério da Cidadania 

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem