Operação Grande Serra prende 29 pessoas

Foto: Ascom-PC

Acusados de associação criminosa e tráfico de drogas tiveram mandados de prisão e de busca e apreensão cumpridos durante a Operação Grande Serra, deflagrada nesta terça-feira (7), pelas polícias Civil e Militar, em cinco municípios da região da Chapada Diamantina e nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal. Vinte seis homens e três mulheres foram presos.


Além da prisão dos vinte e seis homens e três mulheres, alguns acusados também foram autuados em flagrante, após policiais de diversas unidades da Polícia Civil e guarnições da Polícia Militar  apreenderem mais de R$ 100 mil em cheques, aproximadamente R$ 14 mil em dinheiro, notas promissórias somando o valor de R$ 30 mil e dois veículos com sinais identificadores adulterados. 


A operação deflagrada pela 12a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itaberaba) também apreendeu aproximadamente 20 quilos de drogas, entre maconha e cocaína, além de uma pistola, revólveres calibres 38 e 33 e mais de 100 munições.  


Nos alvos das ações ocorridas nos municípios de Itaberaba, Mundo Novo, Ruy Barbosa, Campo Formoso e Jacobina, também foram encontrados aparelhos celulares, balanças de precisão, binóculos, além de outros dispositivos eletrônicos.  


O  coordenador da 12a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Geraldo Adolfo, avalia o resultado. “Tivemos 29 mandados de prisão cumpridos, dos 32 decretados. Esse material aprendido passará por perícia. Os celulares e os outros eletrônicos poderão contribuir para a coleta de novas informações, que nos leve a outros envolvidos. A desarticulação desse grupo impactará na expressiva redução dos crimes contra e vida e o tráfico de drogas nesta região”, contabilizou.  


Participam da operação  policiais da Coordenação de Operações Especiais (Coe), das Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) de Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Santo Amaro, Jequié, Seabra e Irecê, a Coordenação de Apoio Tático a Investigação (Cati) do Departamento de Polícia do Interior (Depin), de Irecê, Central e Leste, unidades da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Semiárido e Chapada), 11a Batalhão de Polícia Militar (BPM/Itaberaba) 42a Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Lençóis) 98a CIPM/Ipirá e Cippa/Lençóis. 


Ascom-PC / Tony Silva

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem