‘Operação Canto Livre’ : 12 pessoas são presas e 60 pássaros silvestres apreendidos em “rinha” clandestina em Santo Antônio de Jesus

Foto: PM-BA

Doze pessoas foram detidas na manhã desta quinta-feira, dia 14, no município de Santo Antônio de Jesus, por promover “rinha” clandestina de pássaros silvestres. As prisões ocorreram durante deflagração da ‘Operação Canto Livre’. Um total de 60 passarinhos, em sua maioria papa-capins, foi apreendido.

O evento ilegal ocorria em uma residência localizada na Travessa da Rua C, do Loteamento Recanto dos Prazeres, bairro do Cajueiro. A operação foi deflagrada pelo Ministério Público estadual, por meio da Promotoria de Justiça Regional Ambiental do Recôncavo Sul, e pelo 14º Batalhão da Polícia Militar, comandado pelo tenente-coronel da PM Edmundo Assemany.
 
Foto: PM-BA

Segundo o promotor de Justiça Julimar Ferreira, responsável pela operação, a “rinha consistia em colocar os pássaros para disputar o canto". Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia e responderão pelos crimes ambientais previstos no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais (Nº 9.605/98), além de infrações administrativas. A operação também contou com participação do cabo PM Nelson José Lobo, o voluntário Adilson Ramos dos Santos e o servidor do MP Wilson de Jesus Souza.

Conforme o promotor de Justiça, as aves passarão por uma triagem na Promotoria Regional de Santo Antônio de Jesus e depois serão encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), de Cruz das Almas. “Após um período de cuidados e reabilitação esses pássaros serão devolvidos à natureza, em fazendas previamente cadastradas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e onde não há o perigo de serem recapturados”, explicou. O promotor ressaltou que solicitará do Inema a revogação ou cassação das licenças ambientais dos criadores de pássaros que foram flagrados no evento clandestino.

Fonte: MP-BA

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem