Inmet prevê chuvas fortes em MG, ES e BA; Defesa Civil faz alerta

Há risco de alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de rios

Foto: Reprodução

Por Agência Brasil

O início da semana será marcado com fortes chuvas no Espírito Santo, em Minas Gerais e na Bahia. Segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas atingirão esses estados hoje (24) e amanhã (25). A Defesa Civil Nacional fez um alerta para chuvas intensas. Os Vales do Mucuri e do Jequitinhonha e o norte de Minas, o centro-sul e sul baiano e o noroeste e litoral norte espírito-santense deverão ser os locais mais afetados.

De acordo com o Inmet, os acumulados de chuvas podem ser superiores a 60 milímetros por hora ou 100 milímetros por dia. Com isso, há risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios. Segundo as autoridades, as populações das regiões dentro do alerta precisam adotar medidas de autoproteção.

“É fundamental que a população adote algumas medidas de prevenção, como desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia. Em caso de enxurrada, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos. Já em situação de grande perigo confirmada, procure abrigo e evite permanecer ao ar livre. É importante que a população fique atenta às informações oficiais e aos locais onde serão divulgados os alertas, além de adotar as medidas de autoproteção”, disse o coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres da Defesa Civil Nacional, Tiago Molina Schnorr.

A Defesa Civil Nacional orienta os moradores das regiões de risco a se inscreverem nos serviços de alerta, enviando um SMS com o CEP do local onde mora, ou outro local de interesse, para o número 40199.

Não há limite de locais cadastrados e o serviço é totalmente gratuito para a população. A partir da previsão de desastre, a população receberá um aviso contendo informações de risco e orientações para a autoproteção. Outra recomendação é ficar atento aos alertas publicados no Twitter da Defesa Civil Nacional (@defesacivilbr) e do Instituto Nacional de Meteorologia (@inmet_).

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem