PF deflagra operação para desarticular organização dedicada ao mercado clandestino de vinhos

Grupo estabelecido nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Bahia movimentou mais de R$ 100 milhões em menos de dois anos
Foto: PF

Santo Ângelo/RS - A Polícia Federal deflagra, na manhã desta quarta-feira (9/11), a Operação Houdini, para desarticular organização criminosa responsável por esquema milionário de descaminho de vinhos de origem argentina.

Na ação, mais de 100 policiais federais executam 8 mandados de prisão preventiva e 28 mandados de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Bahia. Também são executadas ordens judiciais para o bloqueio de veículos, bens imóveis e contas bancárias. A operação conta com o apoio da Receita Federal do Brasil e da Polícia Militar do estado da Bahia.

A investigação teve início em 2022, a partir da apreensão de uma carga de vinhos oriundos da Argentina, no município gaúcho de Horizontina, internalizados no Brasil sem a devida documentação legal.

Com o aprofundamento das investigações, a Polícia Federal mapeou os principais integrantes da organização criminosa e identificou que, de dezembro de 2020 a abril de 2022, o grupo movimentou mais de R$ 100 milhões.

A carga ilegal ingressava no Brasil pela fronteira noroeste do Rio Grande do Sul, em embarcações que utilizavam portos clandestinos na margem brasileira do Rio Uruguai para descarregar a mercadoria. Posteriormente, o vinho era transportado para os estados de São Paulo e Bahia para ser comercializado. Durante as investigações, foram realizadas oito apreensões vinculadas à organização criminosa, que totalizaram mais de 17 mil garrafas de vinho.

Será realizada entrevista coletiva às 10h30 desta quarta-feira (09/11), na Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo (Av. São João, 555).

O nome da operação: Harry Houdini foi um dos mais famosos escapologistas da história, devido as suas habilidades de escapar de algemas, correntes, celas e prisões. Da mesma forma, os membros da organização criminosa buscavam escapar das ações fiscalizatórias das autoridades policiais para promover a entrada ilegal de milhares de garrafas de vinhos argentinos.


Mandados de Busca e Apreensão expedidos por município:

Doutor Maurício Cardoso/RS: 4

Três Passos/RS: 1

Três de Maio/RS: 1

Horizontina/RS: 1

Cachoeirinha/RS: 1

São Paulo/SP: 4

Piracicaba/SP: 3

Hortolândia/SP: 1

Cruz das Almas/BA: 1

Feira de Santana/BA: 5

Santo Antônio de Jesus/BA: 2

Paulo Afonso/BA: 1

Camaçari/BA: 2

Lauro de Freitas/BA: 1



Mandados de Prisão expedidos:

São Paulo/SP: 2

Piracicaba/SP: 2

Feira de Santana/BA: 1

Santo Antônio de Jesus/BA: 2

Camaçari/BA: 1



Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul


Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem