Projeto do Ministério Público com ONG e empresas realiza o plantio de 200 mil mudas no sul da Bahia

Resultados do Programa Arboretum, entre outros trabalhos desenvolvidos pelo Ministério Público estadual na defesa do meio ambiente, foram apresentados à Organização Não Governamental (ONG) One Tree Planted, do Canadá, em reunião virtual, na manhã desta quinta-feira, 12, pelo promotor de Justiça Fábio Fernandes Corrêa. O projeto é fruto de um termo de ajustamento de conduta firmado pela Promotoria de Justiça Regional de Teixeira de Freitas com empresas de celulose, no ano de 2011. Em abril do ano passado, o programa fechou uma parceria com a ONG canadense, a transnacional suíça Nestlé e a World Resources Institute - WRI com o intuito de realizar o plantio de 200 mil mudas no sul da Bahia. 

O Programa Arboretum foi concebido em conjunto com o Serviço Florestal Brasileiro, a Fundação José Silveira, entre outras instituições, e tem recebido reconhecimento nacional e internacional por sua atuação nas cadeias da restauração florestal. Da meta de 200 mil mudas, hoje restam apenas 7 mil mudas para serem plantadas, o que deve ocorrer nas próximas semanas. 

“Em que pese a situação da pandemia da Covid-19, os colaboradores do Programa Arboretum, respeitando os protocolos de segurança, conseguiram cumprir o plantio de quase 200.000 mudas. Não é apenas o cumprimento da parceria, mas também a contribuição à restauração florestal e suas consequências benéficas que devem ser comemoradas. Além disso, foi possível explicar a parceiros estrangeiros a atuação do Ministério Público, em especial do Estado da Bahia, na proteção do meio ambiente, função que não é comum em outros países”, celebrou Corrêa. 

*Estagiária de jornalismo sob supervisão de Elane Varjão - MTB 5400/BA

Redator: Thídila Salim | MP Bahia


Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem