Informação é coisa séria

Com quatro representantes baianos, começa neste domingo o Campeonato Brasileiro Série D

Quatro equipes baianas estão na Série D 2022
Arte Diário Tancredense


A quarta divisão do futebol Brasileiro, a Série D, começa neste domingo (17). Conhecida como a competição mais democrática do Brasil, por ter representantes de todos estados, a disputa reúne 64 equipes distribuídas em 8 grupos. 


O Futebol da Bahia terá quatro representantes na  edição deste ano. Isso porque o Jacuipense foi rebaixado da Série C no ano passado. As outras trás equipes são: Atlético de Alagoinhas, Juazeirense e Bahia de Feira. 


Dentre os representantes baianos que disputarão o torneio, a Juazeirense é que mais participou, essa é a sexta vez, as outras foram em 2013, 2016, 2017, 2019, 2021. O Bahia de Feira vai para o quarto ano seguido, e a sua quinta participação (2009, 2019, 2020, 2021 e 2022).  Jacuipense e Atlético vão para a quarta participação. O time de Riachão do Jacuípe participou em 2014, 2018 e 2019, quando subiu à terceira divisão, onde ficou dois anos (2020 e 2021), com o rebaixamento no ano passado, volta a Série D após três anos. O Carcará, desde que subiu da segunda divisão do estadual em 2018, esteve na Série D nas últimas três edições (2019, 2020 e 2021). Em 2009, ano de criação da competição,  o Atlético participou pela primeira vez.  


Com exceção do Bahia de Feira que ficou no Grupo A6, os demais times do Estado, estão no mesmo grupo (Grupo A4). 


Veja os jogos de estreia dos times baianos:


domingo (17/04) - 16h


Juazeirense-BA x CSE-AL

ASA x Atlético de Alagoinhas-BA

Jacuipense-BA x Sergipe

Nova Venécia-ES x Bahia de Feira 


Veja como estão formados os oito grupos:  


Grupo A1


São Raimundo-AM 

São Raimundo-RR

Náutico-RR

Porto Velho

Trem-AP

Rio Branco

Humaitá-AC

Amazonas


Grupo A2


4 de Julho-PI 

Pacajus-CE

Tocantinópolis 

Tuna Luso-PA

Castanhal-MA

Moto Club-MA

Juventude Samas-MA 

Fluminense-PI


Grupo A3


América-RN  

Sousa-PB

São Paulo Crystal-PB 

Afogados-PE

Retrô-PE 

Cratos-CE

Icasa-CE 

Globo-RN


Grupo A4


Lagarto-SE 

Santa Cruz

Juazeirense-BA  

CSE-AL

ASA

Atlético de Alagoinhas-BA

Jacuipens

Sergipe


Grupo A5


Ceilândia-DF

Costa Rica-MS

Iporá-GO

Operário-MT

Ação-MT 

Grêmio Anápolis-GO

Anápolis-GO

Brasiliense


Grupo A6


Nova Venécia-ES

Bahia de Feira-BA

Caldense-MG

Inter de Limeira-SP

Ferroviária-SP

URT-MG

Pouso Alegre-MG

Real Noroeste-ES


Grupo A7


Nova Iguaçu-RJ

Cianorte-PR

Oeste-SP

Paraná Clube

Pérolas Negras-RJ

Santo André

São Bernardo-SP

Portuguesa-RJ


Grupo A8


Juventus-SC 

São Luiz-RS

Cascavel-PR

Prospera-SC

Azuriz-PR

Caxias-RS

Aimoré-RS

Marcílio Dias-SC


Regulamento 


O Modelo de disputa será o mesmo das últimas duas edições, onde as 64 equipes distribuídas em Grupos com oito equipes cada, jogam entre si em confrontos de ida e volta. As quatro melhores posicionadas, por chave, avançam à segunda fase. Daí para frente, começa o mata-mata até conhecer os quatro que subirão à Série C 2023. 


Premiações


1º lugar: R$ 320 mil + automóvel

2º lugar: R$ 250 mil + automóvel

3º lugar: R$ 150 mil

4º lugar: R$ 100 mil. 


Sobre a competição 


O Campeonato Brasileiro  Série D foi criado em 2009, na época com 40 equipes. Com o passar do tempo o formato foi alterado para 68, e mais recente, passou para 64 equipes. Todas as 27 federações tem pelo menos um representante na disputa. 


Grandes equipes que disputam a Série A ou Série B do Brasileirão, já disputaram a última divisão nacional. Temos por exemplo na Série A, o Cuiabá e o Juventude. Na Série B, Operário, Tombense, CSA, sao alguns exemplos. 




Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem