Informação é coisa séria

Nova Carteira de Identidade começa ser emitida em agosto; Emissão do novo passaporte começa em setembro



Apartir do dia 4 de agosto deste ano, todos os brasileiros que solicitarem a Carteira de Identidade Nacional (CIN), receberão um modelo novo. Nesta segunda-feira (27), foi apresentado o novo padrão, que, neste momento, será emitido somente pelos estados que participam do projeto piloto. A nova carteira vem com um QR Code que pode ser lido de forma fácil e rápida, o que garante mais segurança para os cidadãos. Dessa forma, será possível identificar a autenticidade do documento e saber se foi furtado ou extraviado. O documento permite, ainda, a fácil identificação de pessoas com necessidades especiais..

Neste primeiro momento, os brasileiros que já possuem CPF e moram nos estados: Acre, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, poderão solicitar a CIN ao Instituto de Identificação estadual. As demais unidades da federação estarão aptas a emitir o novo modelo até março de 2023. A substituição será feita de forma gradual e gratuita e a identidade atual continua válida até 2032.

A substituição será feita de forma gradual e gratuita. A partir do dia 4 de agosto de 2022, a CIN será emitida em um único modelo, independentemente de em qual estado seja produzida.

Versão física e digital

A CIN terá duas versões: física e digital. A física, em papel (gratuita) ou em plástico, é a forma de assegurar cidadania aos brasileiros que não possuem acesso à internet, smartphones ou computadores. Já a digital poderá ser obtida pelo aplicativo Gov.Br, somente após a emissão da carteira física. Por enquanto, o Brasil possui acordos para uso do documento de identidade nos postos imigratórios com países do Mercosul. Para as demais nações, o passaporte continua sendo obrigatório.

É importante ressaltar que a identidade atual continua válida até 2032.

Passaporte

Já o novo passaporte de viagem, que começa a ser emitido em setembro, é temático e homenageia todas as regiões do Brasil por meio de ícones representativos dos biomas e da cultura de cada local. Os dispositivos foram idealizados numa parceria entre a Casa da Moeda, Polícia Federal e Ministério das Relações Exteriores, levando-se em conta o que há de mais moderno no mundo em tecnologia antifraude.

A instituição das Nações Unidas que padroniza documentos de viagem, A ICAO (International Civil Aviation Organization), recomenda que o passaporte seja trocado a cada 10 anos. Os itens de segurança do brasileiro são os mesmos desde 2006.

O passaporte brasileiro, mesmo com a mudança, continuará no valor de R$ 257,25.

As informações são do Portal GovBr, com informações da Secretaria Geral da Presidência da República e do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem