OMS: Sedentarismo será causa de doenças em 500 milhões de pessoas até 2030

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


A OMS (Organização Mundial da Saúde) fez um alerta de que 500 milhões de pessoas vão sofrer com doenças atribuídas à inatividade física entre 2020 e 2030. A informação consta em um novo relatório, com dados de 194 países, que relaciona a situação a ocorrência de diversos agravos, como doenças cardíacas e obesidade.

O documento, conforme noticiou a CNN Brasil, indica um progresso lento das nações para a criação de políticas públicas que possam reverter este quadro. Os custos com esse problema de saúde pública podem chegar a US$27 bilhões por ano.

À CNN Rádio, o cardiologista do Imperial College de Londres Ricardo Petraco destacou que o aspecto financeiro é grande novidade do relatório. "Falamos de bilhões de dólares, quando esta cifra é apresentada aos governos, é mais provável que eles ajam de forma mais veemente nesta questão", disse.

De acordo com o profissional, a "OMS tenta esclarecer que temos que fazer alguma coisa, a prevenção é algo mais barato do que tratar diabetes, derrame e infarto".

"A gente senta no computador, usa o telefone para tudo, faz tudo virtualmente, até compras no supermercado", pontuou Petraco, defendendo que a mudança de mentalidade não deve depender apenas do governo, mas passa pela educação das crianças nas escolas e dentro de casa.

Bahia Notícias 

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem