Vídeos que levantam suspeitas sobre divergência entre eleitorado da seção e número de votos para presidente são enganosos

A diferença representa a quantidade de pessoas de outros estados e da Zona Eleitoral do Exterior que se habilitaram para votar em trânsito naquela seção
TSE


Circulam nas redes sociais vídeos que questionam a lisura do processo eleitoral em razão dos resultados registrados em diferentes seções eleitorais do país. Um deles, que se refere à seção 100 da 276ª Zona Eleitoral de Uberaba (MG), sugere que o fato de o número de eleitores que votaram para presidente ser maior que o número de pessoas que votaram para os outros cargos seria um indício de que houve falha na votação. A afirmação, porém, é infundada.


A divergência indica, na verdade, quantas pessoas de outros estados brasileiros ou registradas na Zona Eleitoral do Exterior poderiam votar em trânsito naquela seção. O voto em trânsito acontece quando eleitoras e eleitores se habilitam na Justiça Eleitoral para votar em uma cidade diferente daquela em que está o seu domicílio eleitoral.

Se essa transferência temporária do local de votação for para um município do mesmo estado do domicílio eleitoral, é possível votar para todos os cargos. Contudo, quem estiver em uma unidade da Federação diferente ou quem é eleitor registrado no exterior e pede para exercer o direito de voto em uma cidade brasileira pode votar apenas para o cargo de presidente. Seria o caso, por exemplo, de uma pessoa de Goiás que pediu para votar em Uberaba. Essas regras estão previstas no artigo 28 da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.669/2021 e no artigo 233 do Código Eleitoral.

Resultado da seção 100 da 276ª ZE

O Boletim de Urna (BU) da seção mencionada no vídeo, assim como o de qualquer seção eleitoral do país, pode ser consultado no sistema de divulgação de resultados, no site do TSE. Ao configurar os filtros para exibir o BU da seção 100 da 276ª ZE (menu no alto da página, à esquerda), o cabeçalho da página e o resumo da votação para os cargos de deputado federal, deputado estadual, senador e governador exibem diversos dados da seção, incluindo os seguintes números:eleitores aptos: 348
comparecimento: 263



No final da página, o resumo da votação para presidente indica os seguintes dados:eleitores aptos: 429
comparecimento: 340



Esses são os mesmos dados que aparecem no cabeçalho do BU impresso pela urna eletrônica após o encerramento da votação no dia 2 de outubro. Veja:
Foto: Divulgação 


A diferença indica que 81 pessoas de outros estados brasileiros ou da Zona Eleitoral do Exterior estavam habilitadas para votar em trânsito nessa seção de Uberaba. Dessas, 77 compareceram e registraram o voto apenas para presidente.

Todas as seções eleitorais que receberam eleitores de outros estados ou da Zona Eleitoral do Exterior para voto em trânsito vão apresentar diferença no eleitorado apto e no comparecimento quando forem comparadas as votações para presidente e para os demais cargos em disputa no primeiro turno das Eleições 2022.

Vale ressaltar, ainda, que a seção 100 funcionou de forma agregada com a seção 150 da Zona 276, usando a mesma urna eletrônica. Os votos das duas seções, portanto, estão computados no mesmo BU.

Como fazer a consulta por seção eleitoral

Acesse o sistema de divulgação de resultados, no site do TSE. No alto da página, à esquerda, abra o menu e selecione "Eleição Ordinária Federal 2022 1º turno". No tipo de consulta, marque a opção "Boletim de Urna". Selecione a abrangência Minas Gerais, nome do município, número da zona eleitoral e da seção eleitoral. Por fim, clique no botão "Consultar".

Total de votos em Minas Gerais

Outro vídeo que circula nas redes sociais questiona a diferença de votos quando se consulta o resultado total de Minas Gerais. Enquanto o sistema de divulgação de resultados mostra que 12.643.691 pessoas votaram para os cargos de deputado federal, deputado estadual, senador e governador, há 12.655.228 votos para presidente.

A explicação é a mesma. Essa diferença mostra apenas que 11.537 eleitoras e eleitores de outros estados brasileiros ou que são registrados em zona eleitoral do exterior votaram em trânsito em alguma seção eleitoral de Minas Gerais e, por isso, votaram apenas para presidente. Não há nenhum erro na totalização dos votos no estado.

Como consultar o total de votos de MG

Acesse o sistema de divulgação de resultados, no Portal do TSE.

No alto, à esquerda, abra o menu e selecione "Eleição Ordinária Federal 2022 1º turno" se quiser ver a votação para presidente e "Eleição Ordinária Estadual 2022 1º turno" se quiser ver a votação para os demais cargos. No tipo de consulta, marque "Votação nominal". Em seguida, selecione o cargo desejado e a abrangência Minas Gerais. E, por fim, clique o botão "Consultar".

Fonte: Justiça Eleitoral 

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem